Crianças não devem se alimentar com fast food

Crianças, que costumam se alimentar em fast foods, três vezes por semana, têm mais chances de contrair doenças como asma, eczema (inflamação na pele) e rinoconjuntivite (uma mistura de rinite com conjuntivite que resulta da inflamação da mucosa do nariz e dos olhos).

A explicação é que a comida fornecida neste tipo de estabelecimento possui doses altas de ácidos gordos transaturados (gordura trans), conhecidos por afetar a imunidade. Os pesquisadores analisaram, durante um ano, dados de 500 mil crianças de 50 países diferentes.

O estudo, que foi publicado na revista especializada Thorax, sugeriu a ingestão de frutas para rebater os malefícios causados por alimentação em fast food.