Acessibilidade aos departamentos de Comunicação Social e Agronomia.

 

Todo curso da Universidade Federal de Sergipe é ligado a um departamento, que é ligado a um centro acadêmico que representa diversos cursos. Os estudantes necessitam sempre ir a esses locais para resolver seus problemas estudantis. A UFS possui em sua estrutura alguns prédios de centros acadêmicos onde ficam as salas dos departamentos e alguns prédios departamentais.

Os prédios que são apenas departamentos, assim o são pela quantidade de salas e laboratórios necessários para o bom desenvolvimento dos cursos e aprendizado dos alunos. Os departamentos de Agronomia e de Comunicação Social ficam na mesma estrutura física. E são necessários para o departamento de Agronomia salas para o estudo de sementes, de inseticidas, etc. E o de Comunicação Social necessita estúdios de gravação, laboratórios para jornalismo on line, jornalismo impresso, de TV, e outras práticas.

Por enquanto não existe nenhum portador de deficiência que os utilizem com freqüência, mas, caso necessite, existe no pequeno estacionamento do prédio uma vaga para portadores de deficiência e uma rampa de acesso às salas. Os corredores são planos, o que facilita a locomoção, e sempre tem alguém para ajudar. Os servidores também são prestativos e basta chamar que eles atendem de imediato.

Está sendo construído um espaço somente para o departamento de agronomia e também será construído um complexo de comunicação com acessibilidade a todos os locais (pelo menos é o que está na planta do projeto). A partir do próximo ano, todos os cursos terão disponível pelo menos uma vaga para os portadores de qualquer tipo de deficiência. Agora é ficar de olho para que a acessibilidade se dê com qualidade.

No próximo Olhar Acadêmico veremos o Centro de Ciências Exatas e Tecnologia (C.C.E.T.) com seus jardins e departamentos.

Por Elaine Mesoli

Estudante de jornalismo na Universidade Federal de Sergipe